domingo, 17 de agosto de 2008

Desiludiste-me


Desilusão, porque é tão difícil quando nos sentimos assim?
já tive muitas desilusões, umas mais que outras, mas nunca nenhuma me tinha ferido tanto... é difícil de explicar, quando os nossos olhos se enchem de lágrimas, a garganta começa apertar, queremos falar, gritar... mas não podemos o fazer! Lembro de cada palavra tua a pedires para eu ter cuidado, lembro de disseres: "filha abre os olhos, não te deixes enganar"... e agora? abri os olhos contigo, com a pessoa em que eu acreditava, que enquanto criança eras perfeito para mim, hoje só queria voltar a ter 5 anos e não perceber nada disto...sim porque só assim eu não sentiria o que estou a sentir por ti.

Lá está o ditado: " faz o que te digo, mas não faças o que eu faço"

Hoje vou guardar isto para mim...vou levar este segredo comigo, porque eu sei...eu sei que se eu falar irei-te magoar, irei-te fazer sofrer...e sabes?? não consigo...sou mole demais para fazer isso.

A partir de hoje, será difícil olhar-te nos olhos...porque dentro deles verás uma enorme desilusão, a partir de hoje tudo o que acreditava em ti foi abaixo... tudo o que eu dissia de ti, todos os elogios, todas as defesas que por ti eu fiz, todas as discussões que por ti eu realizei...

hoje tudo para mim foi em vão


Nenhum comentário: