segunda-feira, 20 de outubro de 2008

O papel que nunca te chegou



Escrevi uma carta... muito pequena... que só continha uma frase...e nessa frase tudo se dissia!
Enrolei o papel que em tão poucas palavras me fizera chorar tanto...
Mandei-o com uma pequena ave linda na esperança que a própria o levasse até a ti..
Esperei por uma resposta... Mas o silêncio não se foi!
Talvez uma tentativa tua de voltar... um gesto,um carinho...uma palavra apenas...

Mas nada apareceu...

O sorriso que conseguia manter á vista de todos...ia-se apagando....

Frases como: O que tens? Estás bem? Precisas de algo? , faziam dor na minha cabeça!

Olho para todo o lado e falta-me algo...TU não estás mais ali... o papel que pedi á pequena ave que te entregasse nunca mais encontrou o seu caminho...

secalhar alguém o apanhou e rasgou...
secalhar alguém apenas o leu e devolveu ao vento para que outras pessoas o lessem...
secalhar alguém o entregou a outra pessoa...
secalhar a linda ave não quis que a lesses...

No papel uma frase apenas continha todo o sentimento que em mim predomina...

No papel apenas dissia: Se vais embora leva-me contigo!

Nenhum comentário: