sexta-feira, 24 de julho de 2009

Somos diferentes....apenas deixa-me ser o que sou!


Escuto a tua voz quando me ligas, pareces tão querida e cheia de saudades minhas, que por instantes esqueço as nossas diferenças. Mas depois, ao fim do dia, na escuridão do meu quarto a tua lembrança vem ter comigo e sem querer a lágrima escorre-me pela face, como podemos ser tão diferentes se somos do mesmo sangue? Como podemos ter tantas opiniões diferencissimas uma da outra? Como é possível ser tão complicado abraçar-te? Se é isso que deveria fazer ou que tu deverias fazer! A verdade é que a tua maneira de me protegeres me afastou de ti e nunca me senti como querias que me sentisse... protegida! Não entendo as tuas criticas, não entendo o facto de não ligares aos amigos que tenho ( talvez porque eu nunca te desiludi quanto as minhas amizades), não entendo porque me gritas quando tenho uma opinião diferente da tua, se eu consigo escutar a tua opinião sem te criticar, sem te ofender, porque é que tu... sendo quem és para mim não o consegues fazer? Fazes-me sentir medo te mostrar o que realmente sou, de te dizer o que quero realmente ser e como o ser e acredita..doí bastante! Não entendo cada proibição tua, cada critica, cada ofensa, cada grito...não entendo porque me fazes sentir dividida e me prendes em 4 paredes (Quando eu nunca fugi de casa, quando não sou grande fã de noitadas com os amigos, senão bebo, senão fumo, se sempre fui boa aluna e fiz de tudo para te encher de orgulho (mas tu nunca me dizes-te : "parabéns! Estou Orgulhosa"))! DO que tens medo? que me va embora? Não vês que és tu que o estas a provocar? Eu não quero, não quero ser como tu! Não quero ser dependente de ninguém, não quero viver em favor dos outros... Eu quero tudo conquistado por mim, quero lutar pelas coisas, quero viver a minha independencia, Quero escolher sem ninguém me criticar, sem ter o meu coração dividido pelas tuas ofensas! Sei que tudo o que fazes é a pensar no meu bem! Mas eu preciso de cair e levantar-me sozinha, preciso de errar e aprender com os meus erros! E não é a gritar, a ofender, a pores-me numa situação de escolha que me levaras contigo! Não sou perfeita, mas sei que tudo o que fiz até hoje foi por ti! Sei que todas a sminhas decissões foram tomadas contra a minha vontade só para te ver bem e não ouvir pinhais vindos da tua boca em direcção ao meu coração! Deixa-me apenas seguir o meu caminho e não me ofendas, apoia-me, porque é isso que aquilo que és para mim deveria fazer! Gosto de ti e nenhuma magoa mudará isso!

Nenhum comentário: